Gustavo Mendanha deve se desfiliar do MDB nesta terça ou quarta

Gustavo Mendanha deve se desfiliar do MDB ainda nesta semana. O prefeito de Aparecida de Goiânia deve enviar um ofício protocolar ao partido com anúncio oficial de seu desligamento, com isso a busca por um novo partido se intensifica.

Conforme mostrou o Mais Goiás, as tratativas com o Podemos nacional estão avançadas.

O vice-prefeito, Vilmar Mariano (MDB), diz que ainda não tratou com Gustavo Mendanha sobre a saída do partido e prefere aguardar. Bastidores apontam que alguns integrantes do partido devem seguir a decisão do prefeito e se desfiliarem tão logo o prefeito entregue o ofício à Executiva estadual da atual sigla.

O próprio Gustavo desconversa sobre os próximos passos a serem dados. Ele estava em tratativa avançada com o PL. No entanto, houve avanços com o Podemos nacional que pode conduzi-lo ao comando do partido, que era visado pelo deputado federal Professor Alcides (PP), seu aliado.

“Para definir em qual partido vou me filiar, diferente da forma que fizeram a aliança MDB e DEM, sem respeitar a democracia, eu como oposição a esse governo autoritário, vou dialogar com líderes políticos e, sobretudo, com a sociedade. Ouvindo todos os segmentos”, escreveu no Twitter.

Gustavo Mendanha se une ao PSDB?

No final de semana, o prefeito de Aparecida de Goiânia esteve no norte de goiano para articular uma oposição ao governador Ronaldo Caiado (DEM). Em Minaçu, chegou a se encontrar com o prefeito Carlos Lereia (PSDB), nome próximo ao ex-governador Marconi Perillo (PSDB).

Perguntado sobre o assunto, Gustavo Mendanha se limita a dizer para que pensa parecido com Marconi e diz que ele é oposição. “Em algumas coisas ele tem razão. Vivemos um estado policialesco”, disse em entrevista.

O presidente do MDB, Daniel Vilela, disse ao podcast Poder Em Jogo, do Mais Goiás, que Gustavo teria que se juntar a adversários do partido e citou Marconi Perillo.

A estratégia governista parece ser de colar o prefeito de Aparecida de Goiânia ao PSDB, que ainda tem rejeição em Goiás. Caiado chegou a dizer que o inimigo comum dele e de Daniel nas eleições de 2018 foram a corrupção, escândalos, desvio de dinheiro público e má gestão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s