Inflação de Goiânia em agosto é a maior em 20 anos, diz IBGE

índice de inflação de Goiânia, medido pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), teve a maior variação para um mês de agosto desde o ano de 2000. É o que aponta o IBGE, que mostrou que o IPCA da capital goiana subiu para 1,05% em agosto deste ano. O índice foi de 0,66% no mesmo mês do ano passado. Segundo o IBGE, os combustíveis e a energia elétrica foram os maiores responsáveis pelo aumento do mês.

Conforme o IBGE, dos nove grupos pesquisados, seis apresentaram alta no mês de agosto na capital goiana, com destaque para os grupos de Transportes (2,40%), além dos combustíveis (3,84%); de Habitação (1,25%); da Alimentação e bebidas (1,16%), com altas nos subgrupos das frutas (5,08%), aves e ovos (4,00%), óleos e gorduras (2,61%), cereais, leguminosas e oleaginosas (2,31%), leites e derivados (1,60%) e nas carnes (1,07%), que já acumulam alta de 30,27% nos últimos 12 meses.

O IBGE informou que, ao analisar os itens com maiores pesos na cesta de compras das famílias com rendimentos entre 1 e 40 salários-mínimos em Goiânia, “destacam-se as variações mensais dos itens veículo próprio (1,81%), combustíveis de veículos (3,84%) e energia elétrica residencial (1,57%)”.

No ranking das capitais, a variação da inflação de Goiânia ficou em quarta lugar, atrás de Brasília (1,40%); Vitória (1,30%) e Curitiba (1,21%). Já o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de Goiânia, obtido a partir dos Índices de Preços ao Consumidor regionais e que tem como objetivo oferecer a variação dos preços no mercado varejista, registrou alta de 1,08% em agosto de 2021, a maior variação positiva desde o início de 2021, acumulando alta de 5,12% no ano.

Inflação nacional

Ainda segundo o IBGE, a inflação teve alta de 0,87% em agosto deste ano em nível nacional, a maior para o mês desde o ano 2000. “Com isso, o indicador acumula altas de 5,67% no ano e de 9,68% nos últimos 12 meses, acima do registrado nos 12 meses imediatamente anteriores (8,99%). Em agosto do ano passado, a variação mensal foi de 0,24%”, concluiu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s