Programa de bolsas universitárias em Goiás chega a 10 mil alunos

Cinco mil novos bolsistas participarão do Programa Universitário do Bem(Probem), que é destinado aos acadêmicos em situação de vulnerabilidade social. O termo de adesão foi assinado, ainda na quinta-feira (26), pelo governador Ronaldo Caiado (DEM) e a presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e primeira-dama Gracinha Caiado, em solenidade, no Teatro Goiânia. “O repasse está garantido”, disse o gestor.

Em novo molde, a adesão ocorre por meio de avaliação social e critérios do Cadastro Único para Programas Sociais(CadÚnico), do governo federal. Antes beneficiando 5 mil alunos goianos, a marca foi dobrada: 10mil. Serão R$ 38,7 milhões de investimento do governo estadual no segundo semestre – no primeiro, foram R$ 20,4 milhões.

Durante a solenidade, foram concedidas 4 mil bolsas parciais (50% do valor da mensalidade) e mil integrais. O benefício parcial, destaca-se, pode ir até R$ 650, enquanto o cheio até R$ 1.500. No caso de estudantes de Medicina e Odontologia, as bolsas são maiores: de R$ 2.900 (parcial) e R$ 5.800 (integral).

O evento contou com a presença de 150 universitários, respeitando os protocolos de segurança, por causa da pandemia do novo coronavírus. Outros 4,6 mil pessoas acompanharam a transmissão via Youtube da OVG.

Expectativa dos 10 mil

Ainda em julho meados de julho, quando teve início a renovação de bolsas, a expectativa do governo era alcançar os 10 mil beneficiados pelo programa. A confirmação, como citado, ocorreu na quinta.

Destaca-se, aqueles que recebem o benefício são estimulados a participarem de ações sociais em prol da comunidade. Contudo, por causa da Covid-19, os estudantes puderam contabilizar pontos por meio da participação em lives promovidas ou apoiadas pela OVG, por doação voluntária de sangue ou plaquetas e por meio de cursos on-line de capacitação.

“Esse é um Programa que, agora, consegue transformar efetivamente a vida dos estudantes vulneráveis de Goiás. Essa etapa de renovação é importantíssima, pois é ela que garante a continuidade do benefício para o semestre seguinte e, sucessivamente, até o fim do curso. Por isso, eu peço a cada um dos nossos bolsistas: não deixem para a última hora!”, enfatiza Adryanna Melo Caiado, diretora-geral da OVG.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s