MP-GO recomenda que Goiânia não sedie a Copa América

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) recomendou ao governo do estado que não receba a Copa América em território goiano. Goiânia foi confirmada como sede na terça-feira (1), ao lado de Cuiabá, Brasília e Rio de Janeiro.

A recomendação foi enviada, por carta, ao governador Ronaldo Caiado, ao secretário de Saúde do estado, Ismael Alexandrino, ao prefeito da capital, Rogério Cruz, e ao secretário de Saúde de Goiânia, Durval Pedroso.

Os procuradores que assinam o documento, incluindo o procurador-geral de Justiça, Aylton Flávio Vecchi, expressam preocupação com a alta taxa de ocupação de leitos de UTI e citaram que Goiânia está sob restrições para evitar aglomerações num momento em que os casos de covid-19 voltam a subir.

A recomendação também destaca que o Centro de Operações Emergenciais (COE) de Goiás foi contrário à realização da competição em Goiás, num parecer firmado em reunião na quarta-feira (2). O Conselho Estadual de Saúde também repudiou os jogos em Goiânia.Advertisement

A carta fixa cinco dias para que o governo do estado responda à recomendação.

Pela tabela divulgada pela Conmebol, a capital goiana recebe o primeiro jogo numa segunda-feira, dia 14, entre Paraguai e Bolívia, às 21h.

A prefeitura de Goiânia, por meio da Procuradoria-Geral do Município (PGM), afirmou que ainda não foi notificada. Por sua vez, a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) também esclareceu que não foi notificada e que, assim que receber a recomendação, vai avaliar o pedido e se manifestará a respeito.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s