Novo decreto retoma restrições e altera horário das atividades comerciais em Goiânia

Publicado nesta sexta-feira (28), o novo decreto da Prefeitura de Goiânia retoma restrições para as atividades comerciais na capital. O documento, passará a valer na próxima segunda-feira (31) e, segundo a administração municipal, foi construído em consenso com o setor produtivo. A crescente ocupação dos leitos de enfermaria e UTI foi um fator preponderante para a tomada de decisão.

O documento, com validade até o próximo dia 8 de junho, estabelece que as atividades não essenciais, econômicas e não econômicas, permanecem em funcionamento autorizado durante os dias de domingo a sábado, com restrições e mudanças no horário de funcionamento do comércio, da seguinte forma:


– 9 horas às 17 horas – Estabelecimentos de comércio e centros comerciais

– 12 horas às 20 horas – Estabelecimentos de serviçosAdvertisement

– 11 horas às 23 horas – Bares, restaurantes, lanchonetes e pit dogs

– 10 horas às 22 horas – Shoppings centers, galerias e congêneres

– 12 horas às 21 horas – Salões de beleza e barbearias

Eventos continuam permitidos, entretanto, com limite de 75 pessoas. As academias podem funcionar com capacidade de 30%, respeitando os protocolos de segurança e organizando o atendimento dos alunos com o maior espaçamento possível. Cultos, missas, celebrações e reuniões coletivas das organizações religiosas seguem permitidas, porém, com capacidade de 30% e intervalo de 3 horas entre cada atividade.

Bares e restaurantes poderão funcionar com lotação máxima de 30% da capacidade de pessoas sentadas e no máximo cinco pessoas por mesa. A apresentação de música ao vivo e mecânica fica novamente vedada, com permissão somente de ambientação sonora. 

O uso de brinquedoteca permanece com permissão, desde que seja mantido o distanciamento de 2,25m² por pessoa. O Centro Cultural Mercado Popular da 74, também passa a ter apresentações de atividades ao público vedadas.

Feiras livres também podem ser realizadas, sem consumo de alimentos. Parque Mutirama e Zoológico devem funcionar com o máximo de 30% de sua ocupação.

Reunião

As propostas de restrições foram apresentadas em reunião realizada na última quinta-feira (27/5) com representantes da cadeia produtiva e auxiliares do prefeito Rogério Cruz. Dados da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) mostram aumento na taxa de ocupação de leitos na capital, bem como nos índices de contaminação, especialmente na faixa etária entre 30 e 50 anos. De acordo com a Prefeitura, as novas medidas visam conter a aproximação de um repique da segunda onda e, consequentemente, colapso hospitalar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s