Deputados derrubam veto integral e igrejas são consideradas como serviços essenciais

Durante sessão ordinária na Assembleia Legislativa de Goiás nesta terça-feira, 25, os deputados derrubaram o veto do governador Ronaldo Caiado (DEM), com 28 favoráveis e apenas dois contrários, à lei que reconhece instituições religiosas como serviços essenciais em períodos de calamidade pública em Goiás.

A matéria de autoria do deputado Jeferson Rodrigues (Republicanos), garante que as igrejas não sejam afetadas, por exemplo, por decretos de isolamento social, como os adotados durante a pandemia de Covid-19. Jeferson é pastor licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) e foi o principal articulador para derrubar o veto governador. 

“Entendemos que a igreja é o hospital da alma. Quantas pessoas, da periferia ou bairros nobres, não possuem condições de arcar com psicólogos ou psiquiatras e encontram nas igrejas alguém para ouvir seus desabafos e orientá-las?”, questionou o parlamentar, que já subiu à tribuna por três vezes para defender a imediata aprovação de sua propositura.

O deputado lembra aos prefeitos que o Supremo Tribunal Federal (STF) concedeu aos municípios autonomia para tomar decisões relacionadas ao combate à covid-19. “O prefeito de cada cidade poderá editar normas específicas, e eu peço, novamente, que não fechem os templos religiosos”, salientou Jeferson.

O líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Bruno Peixoto (MDB), foi um dos parlamentares a encaminhar voto pela rejeição do veto integral.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s