Servidores da Ebserh, que faz a gestão do Hospital das Clínicas, anunciam greve para quinta-feira, 13

Os servidores públicos da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), responsável pela gestão do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás (UFG), anunciaram greve para esta quinta-feira, 13. A decisão dos trabalhadores segue a definição nacional da categoria. Funcionários da Saúde são contrários a alteração no cálculo do adicional de insalubridade que, segundo eles, pode reduzir salários dos que atuam na linha de frente em até 27%.

A greve está prevista para começar nesta quinta, a partir das 8h. “Vamos manter 50% dos serviços, apenas os essenciais. Nesse momento, temos que estar dando todo apoio aos profissionais de saúde que tanto trabalharam e hoje estão com problemas de saúde psicológicos, trabalhando na linha de frente. Chegou a hora da valorização”, afirma o vice-presidente do Sintsep-GO e diretor da Condsef/Fenadsef, Gilberto Jorge Cordeiro Gomes.

Segundo Gilberto, a nível nacional são mais de 50 mil servidores que trabalham em diversos estados pelo país, desses 29 mil são regidos pelo regime CLT, os demais são divididos em outras formas de contratação. Em Goiás, somam mais de 650 funcionários.

Gilberto explica ainda que, o movimento acontece por conta do impasse criado no processo de negociação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2020/2021. “A Ebserh ofereceu um reajuste linear de R$ 500 aos trabalhadores celetistas condicionado à alteração da base de cálculo da insalubridade dos funcionários, que passaria a incidir sobre o salário mínimo, e não sobre o vencimento básico. Na prática, as perdas salariais se tornariam maiores que o suposto reajuste”, pontua.

“Hoje temos um processo de mediação com o Tribunal Superior do Trabalho (TST), o acordo coletivo atual dos trabalhadores da Ebserh é uma prorrogação do acordo coletivo. Nós não concordamos porque, se fizer isso vai ter uma perda salarial em torno de 27% e  por lei e direito adquirido isso não pode ocorrer”, completa.

A greve será nacional seguindo definição da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef) e Federação Nacional dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Fenadsef). No Estado, os empregados públicos da Ebserh são representadores pelo Sintsep-GO (Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Federal em Goiás).

O Jornal Opção solicitou resposta do Hospital das Clínicas sobre a greve, mas até a publicação desta reportagem não obteve resposta. Espaço segue aberto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s