“Estamos conseguindo avançar graças à queda nos números da pandemia”, comemora presidente do Sindibares

Após publicação do novo decreto da Prefeitura de Goiânia, com flexibilização para os segmentos de bares, restaurantes e eventos, o presidente do Sindibares, Newton Pereira, se mostrou otimista com relação aos avanços socioeconômicos. “Estamos bastante satisfeitos, tendo em vista que a cada quinzena estamos conseguindo avançar e a maior satisfação nossa é que isto está sendo possível graças à queda nos números da pandemia”, disse, em entrevista ao Diário de Goiás, nesta quarta-feira (12).

Ele afirma que, apesar da restrição de 50% da capacidade de ocupação dos estabelecimentos, é possível ver avanços a cada decreto apresentado. “Nós estamos desde o começo da pandemia, há um ano e dois meses, ou fechados ou operando com restrições. Então essa é uma restrição que ainda perdura, mas nós estamos bastante satisfeitos, tendo em vista que a cada quinzena estamos conseguindo avançar”, declara. “O que nos alegra é saber que estamos conseguindo passar essa fase mais crítica da pandemia e que estamos caminhando para o novo normal”, completa.Advertisement

O setor de bares, restaurantes e eventos é o que mais sofre com a pandemia, de acordo com Newton. Consequentemente, pessoas são demitidas e alguns estabelecimentos precisam ser fechados. “O segmento é o que mais sofre e é o que mais restringe as atividades, quando vem uma pandemia como essa que nós vimos. Então o efeito imediato é o fechamento de várias empresas e a demissão de funcionários”, pondera. “Deixamos de faturar mais de 20 bilhões de reais só no município de Goiânia, entre bares, restaurantes, festas, eventos”, ressalta.

No entanto, o presidente do Sindibares acredita que com a retomada atual, seja possível recuperar parte do que foi perdido. “Nós também temos uma retomada muito rápida do segmento. Assim como demitimos, infelizmente, mais de 10 mil funcionários durante essa pandemia e mais de 3.500 CNPJs deixaram de existir, a gente acredita que se essa retomada for realmente firme, em breve estaremos recontratando todo esse pessoal de volta aos nossos estabelecimentos e novos empreendimentos irão reabrir no município”, afirmou, levando em consideração anúncios de reabertura e contratações.Advertisement

Questionado sobre a possibilidade de uma terceira onda da pandemia da Covid-19, Newton Pereira alega que, caso aconteça, o município não deverá sofrer tanto, por conta do preparo da atual gestão. “Mesmo com a diminuição de casos, ele (prefeito) não vai diminuir os números de UTI. Vai deixar intacta as UTIs por 60 dias, para observar como vai se comportar a doença”, explicou. “Isso dá uma certa tranquilidade ao município, para ver as ações que terão que ser tomadas caso aconteça essa terceira onda, para evitar um desastre como foi na segunda onda”, ressaltou. 

O presidente do Sindicato de Bares e Restaurantes também destacou o avanço da vacinação, como forma de combater a disseminação do vírus. “Acreditamos que com a vacina, mesmo avançando lentamente como está e com a vacinação agora em massa das pessoas com comorbidades, não teremos, se Deus quiser, essa terceira onda no município de Goiânia”, ponderou.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s